terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Cuidados com a saúde - Saiba sobre HPV

Há uma forte indicação de que a incidência de verrugas genitais aumentou substancialmente na maior parte dos países ocidentais. Assim, infecção por HPV é hoje a doença sexualmente transmissível mais comum . Infecções HPV genitais são altamente prevalentes (20 a 50%) em população sexualmente ativa. Na maioria é por via sexual
- Outras formas:
• por fômites ( lençóis, toalhas, peças intimas, aparelhos ginecológicos contaminados, etc)materno-fetal (transplacentária e no canal do parto).ação sexualmente ativa.
. O HPV pode existir nas formas
- Latente : não há lesão. Se detecta apenas o DNA HPV por biologia molecular (é a forma mais comum)
- Lesão subclínica : a lesão só é detectada por métodos como a citologia oncótica e a genitoscopia
- Lesão clínica : é observada como verruga genital
A infecção por HPV no colo do útero, na sua maioria é transitória e apenas uma pequena proporção de mulheres tende a abrigar o mesmo tipo de HPV persistentemente.

Apenas infecções persistentes podem desencadear desenvolvimento para o câncer

Fatores de risco:
» uso a longo prazo de contraceptivos orais
» tabagismo
» consumo de bebida alcoólica
Do total de infectados por HPV apenas 1 a 3% tende a evoluir para câncer
A evolução para câncer só ocorre se o HPV causar uma lesão (lesão HPV induzida).

A evolução para câncer, em sua maioria é lenta, entre 10 a 20 anos, havendo tempo para detecção da lesão pré-neoplásica.
Métodos que detectam HPV

Citologia oncótica
» é o método mais tradicional e mais difundido
» pode ser usado no colo, vagina, vulva, ânus e pênis

Genitoscopia
» é método em que se usa instrumento óptico que aumente em 14 vezes e identifica lesões suspeitas para serem biopsiadas.
» No colo e vagina é colposcopia, na vulva é vulvoscopia, no ânus é anoscopia e no pênis é peniscopia

Biópsia
» é o método de diagnóstico da lesão induzida pelo HPV, tendo a maior importância para prognóstico e tratamento

Biologia molecular
» detecta o DNA do vírus em qualquer estado, mesmo latente
» o mais difundido é o teste de Captura híbrida

http://www.socego.com.br/info_paciente.asp

IMPORTANTE
• Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos

ROUPAS ÍNTIMAS- CUIDADOS QUE DEVEMOS TOMAR PARA NOSSA SAÚDE
Você lava suas roupas íntimas recém compradas, ou seja, antes de usá-las? Sabe da real importância desse hábito para a saúde feminina? As roupas que usamos - íntimas, ou não - podem ser feitas em diferentes partes do mundo, transportadas em sacos, caixas, sendo manipuladas por grande quantidade de mãos antes de serem acondicionadas para transporte.
Podem, ainda estarem expostas a possíveis animais transmissores de doenças. As caixas ou embalagens podem ainda, gerar umidade, aí pronto, está formado o ambiente perfeito para a proliferarão de fungos e bactérias.
Da mesma forma, ao comprar uma roupa íntima, evite experimentá-la na loja, mesmo que a vendedora diga que é permitido. Além dos problemas acima, alguém já pode ter provado antes e você corre o risco de adquirir doenças como HPV, se precisar experimentar a peça, vista por cima da calcinha ou da roupa ,não deixe a peça a ser experimentada em contato direto com seu corpo.
Postado por: as Marias blogsport